iPhone pode mudar a senha sem o usuário ter alterado nada?

Se você tem um smartphone, deve utilizar uma senha na tela de bloqueio para evitar que outras pessoas tenham acesso às informações armazenadas, certo? E as possibilidades são várias: padrões desenhados, palavras, combinações numéricas… Esta última está presente nos dispositivos da Apple, e os usuários devem criar uma senha de seis dígitos para desbloquear seus aparelhos, mesmo que tenham as impressões digitais cadastradas no Touch ID.

 

Até aí, tudo bem, certo? O problema é que, às vezes, pode acontecer de o próprio iPhone simplesmente mudar a senha de modo aleatório, deixando o usuário impossibilitado de acessá-lo sem o código. E agora?

 

Por mais assustador que possa ser ter a senha do celular alterada subitamente, é importante não se desesperar e acabar tomando medidas precipitadas — desligar o celular, por exemplo. Se o usuário fizer isso, será preciso digitar a senha ao ligá-lo, e… bom, aí complica, né? Além disso, uma solução rápida poderia ser simplesmente restaurar as configurações de fábrica. Até aí, sem grandes problemas — a não ser que o usuário não tenha feito nenhum backup recente no iCloud.

 

A grande questão é, na verdade, o próprio sistema de segurança adotado pela Apple, já que qualquer usuário dos produtos da empresa da Maçã já deve ter ouvido falar que é impossível para qualquer outra pessoa que não seja o dono do aparelho conseguir desbloquear o dispositivo. Claro que, em termos de segurança, isso é ótimo, visto que ajuda a garantir a privacidade, mas o problema é justamente quando um inconveniente desses acontece. E não, também não adiantaria muito entrar em contato com funcionários da Apple em busca de ajuda, pois nem eles podem tomar medidas.

 

Uma das explicações para as mudanças não solicitadas na senha é quando o usuário tenta cadastrar uma nova conta de email — a do trabalho, por exemplo, de modo que seja necessário alterar a combinação por razões de segurança. Outra possibilidade é o surgimento de uma espécie de password “temporária” no aparelho, que não foi salva pelo sistema.

 

No fim das contas, o ideal mesmo é que esse erro não ocorra com nenhum usuário. Porém, caso aconteça, é importante que você tenha algum backup atualizado dos seus dados para restaurar as informações se não quiser entrar em uma briga com o sistema de segurança do seu celular.

 

Fonte: TecMundo