Google prova que Duplex, com ligações robóticas, funciona mesmo

Google demonstrou o funcionamento do Google Duplex após o anúncio durante o Google I/O 2018, em maio. Em apresentação aos sites The Verge, WIRED e Ars Technica, a empresa permitiu que jornalistas recebessem chamadas em tempo real para interagir com o robô na tarefa de receber pedidos de reservas e negociar datas, horários e mesas por meio de inteligência artificial. O resultado foi positivo entre os participantes.

 

Capaz de realizar ligações para estabelecimentos comerciais pelo Google Assistente, a tecnologia se tornou polêmica após questionamentos da imprensa sobre a veracidade e implicações éticas da ferramenta. Ainda em testes, não há previsão de lançamento do recurso ao público.

 

A demonstração foi realizada em um evento para jornalistas norte-americanos. Para eles, a voz do Duplex mantém as características que impressionaram e causaram ceticismo durante a apresentação da tecnologia, em maio. Entre os destaques está o uso de recursos naturais, como “hum” e “ah” no meio de frases, para se esquivar de contextos artificiais

 

Há, também, novidades que contrariam as críticas levantadas anteriormente, pois o sistema não deixava claro se a ligação era feita por uma máquina. Agora, além da apresentação do robô ao iniciar a chamada, o sistema passa a avisar que a conversa é gravada, amenizando a polêmica.

 

Nos testes, funcionários do restaurante tentaram confundir o sistema, questionando e apresentando situações fora do roteiro. Ainda assim, a inteligência artificial do Google soube contornar essas situações e se ater à tarefa de fazer reservas no restaurante. Os repórteres também destacam que não foi capaz de perceber quando um operador humano se encarregou da conversa, por conta da naturalidade da voz e do contexto apresentados pelo robô.

 

A polêmica e o futuro

O Duplex foi apresentado durante o Google I/O 2018 em maio. O exercício, que envolvia uma chamada para marcar um compromisso em um estabelecimento comercial através de um robô, chamou a atenção da imprensa norte-americana, ao questionar a veracidade da demonstração e a viabilidade ética da tecnologia.

 

Segundo a empresa, em cada cinco chamadas para um estabelecimento comercial, quatro podem ser facilmente resolvidas com algum nível de automação. O Google Duplex entrará em fase de testes por meio de um grupo seleto de usuários e estabelecimentos comerciais nos Estados Unidos e não há previsão de lançamento ao público.

 

Com informações: The VergeWiredArs Technica

Fonte: TechTudo